Normalmente o paciente que chega ao consultório de Psicopedagogia, vem encaminhado pela escola devido algum insucesso escolar. Porém, as famílias sempre questionam qual é o trabalho do Psicopedagogo, não entendem se é um trabalho de professor particular ou se é um trabalho de psicólogo. E sempre respondemos, nem um, nem outro.

Não temos como separar aprendizagem (cognitivo) do emocional, sempre uma área vai estar misturada com a outra, uma complementa a outra. Muitas vezes elas se confundem e até se “atrapalham” juntas no processo de desenvolvimento do ser humano.

A primeira coisa que o Psicopedagogo faz quando uma família chega ao consultório, é escutar as queixas tanto familiares, como escolares...

Please reload