Com o número de pessoas infectadas pelo coronavírus (que causa a doença covid-19) aumentando todos os dias —o primeiro caso no Brasil foi confirmado hoje— uma das medidas preventivas para impedir um número ainda maior de doentes é o isolamento domiciliar, tanto para quem esteve perto de alguém com a suspeita quanto para quem já teve o diagnóstico confirmado, como o paciente de 61 anos de São Paulo. De acordo com Raquel Muarrek, infectologista do Hospital São Luís Morumbi e membro do corpo clínico do Hospital Albert Einstein, ambos em São Paulo, por conta dos casos com sintomas leves serem a maioria, a recomendação mais comum é que os pacientes não fiquem internados em hospitais, m... - Veja mais...

Please reload